quarta-feira, 21 de outubro de 2009

A vida (2)

Um dia me pus a pensar como a vida é engraçada... Passamos a juventude procurando a menina mais bonita ou o rapaz mais bem apresentado e nos esquecemos que um dia a beleza acaba, e o que sobra? Eu digo o que sobra! Sobra o companheirismo, o carinho, o afeto, o respeito...
Nos preocupamos em saber o que os outros acham de nós e esquecemos de construir o nosso próprio entendimento a respeito do que queremos ser. E o pior é que muitos de nós vai passar a vida inteira sem saber o que pensar sobre si mesmo.
Também pensei que não adianta correr atrás de quem não sabe valorizar o simples da vida, as coisas corriqueiras, como o nascer e o por do sol, o sorriso de uma criança, o cheiro de terra molhada ou a alegria do reencontro. Pessoas que acham que isso não tem relevância não sabem qual é real sentido da vida.
Saber realmente quem está ao seu lado é fundamental, pois só assim se sabe em quem confiar. Nem sempre aquele que te agrada sempre é o seu amigo, amigo é aquele que te diz o que você precisa ouvir, te machucando ou não. Lembre-se que quem te agrada demais quer algo em troca, agora quem diz a verdade quer o seu bem, mesmo que isso signifique te deixar chateado.
A vida é muito engraçada porque procuramos aquilo que nos agrada no momento e depois passamos a reclamar das nossas próprias decisões e ainda colocamos a culpa em Deus...
Lembre-se: Deus te deu a oportunidade de fazer escolhas, então pense bem antes de fazê-las.
By Bruno Souza (Porco Espinho)

Nenhum comentário:

Postar um comentário